Olímpia e Região | covid-19 | 20 ago 2020 - 09:13

Prefeitura esclarece informações inverídicas sobre gastos com Hospital de Campanha

De: Redação R11 News

Com o objetivo de primar pela transparência e informar corretamente a população, evitando a disseminação de informações distorcidas, a Prefeitura de Olímpia esclarece que, conforme vem sendo divulgado desde o início, o Hospital de Campanha é um equipamento que será ativado como extensão da Santa Casa de Misericórdia, somente em caso de necessidade com a superlotação do hospital.

O local destinado à implantação é uma pousada em desuso, que foi cedida pelos proprietários sem custos, por meio de contrato de comodato do imóvel, com validade até dia 20 de setembro de 2020.

Para tanto, o imóvel destinou não só o espaço, mas também a permissão para utilização de todo o mobiliário do local, uma vez que os apartamentos já estão equipados com camas, televisão, ar-condicionado, frigobar, além de banheiros com acessibilidade.

Vale ressaltar que, ao todo, são 50 leitos para atendimento de média e baixa complexidade do SUS, ou seja, destinado a pacientes com sintomas mais leves que necessitem de internação em enfermaria.

Desta forma, ficará a cargo do município e do hospital apenas o custeio dos serviços médicos, a partir da ativação do atendimento, o que ainda não se fez necessário devido à ampliação dos leitos hospitalares dentro do próprio hospital e, portanto, não demandou nenhum gasto ou investimento de recursos públicos no local.

Importante destacar também que, diante da não utilização hospitalar, o local foi destinado a acolher os profissionais de saúde da rede como mais uma medida de proteção, conforme interesse dos trabalhadores, que estão na linha de frente do Coronavírus, no atendimento à população.

O município acrescenta ainda já está analisando outros imóveis, que também tiveram sua estrutura colocada à disposição pelos proprietários, caso se fizer necessária a ativação, após o término do prazo vigente.