Cafeinado | Senado | 03 nov 2020 - 16:06

Eleições 2020 terão a curiosa escolha de senador em Mato Grosso

De: luizfernando

O ano de 2020 tem sido realmente atípico, até mesmo na política. Em todos os Estados, os eleitores brasileiros irão às urnas, em 15 de novembro, para escolher prefeitos e vereadores, salvo uma curiosa exceção. Em Mato Grosso, os eleitores votarão também para a escolha de um dos três senadores, para mandato até 15 de novembro de 2026.

A vaga em aberto foi deixada pela ex-senadora Selma Arruda (Pode), que teve seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelos crimes de caixa dois e abuso de poder econômico na campanha de 2018. Nesse caso (eleitoral), a perda de mandato é estendida aos suplentes, por isso a necessidade de nova eleição.

Inelegível

Em sua decisão, o TSE declarou Selma, que é conhecida como a “Moro de Saias”, como inelegível pelo período de oito anos. Em abril deste ano, a Comissão Diretora do Senado declarou a perda de mandato da senadora, mas a eleição para a vaga em aberto, prevista para ocorrer em abril, foi adiada por causa da pandemia do novo coronavírus.

A senadora cassada Selma Arruda – Edilson Rodrigues/Agência Senado

A senadora cassada Selma Arruda – Edilson Rodrigues/Agência Senado

Jornalistas

O TSE está com inscrições abertas para o credenciamento de jornalistas e veículos de comunicação para a cobertura das Eleições 2020. Os incritos poderão acompanhar, de forma virtual, a apuração dos votos nos dias 15 de novembro (1º turno) e 29 de novembro (2º turno). Os interessados devem preencher um formulário – veja como fazer aqui.

Mesários

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) disponibilizará o auxílio-alimentação dos mesários e colaboradores por meio do aplicativo Carteira Digital bB. O benefício, no valor de R$ 40, é pago no primeiro turno, sendo repetido no segundo turno (se houver). O mesário terá até o dia 8 de dezembro para o resgate do valor.

APP

O aplicativo já pode ser baixado em smartphones, estando disponível na App Store e no Google Play. No dia da eleição, os mesários receberão uma contrassenha/vouchers para poder resgatar o valor referente ao auxílio-alimentação diretamente na sua Carteira bB.

Indeferido, e aí?

O que acontece com o candidato a prefeito ou vereador que tem o pedido de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral? Ele pode continuar fazendo campanha? Seu nome vai aparecer na urna? Confira aqui a resposta.

 

Meme

 

* CAFEINADO é uma coluna assinada pelo jornalista Luiz Fernando Cardoso. É publicada no blog Café com Jornalista e em sites parceiros, como o R11.

LEIA MAIS TEXTOS DA COLUNA CAFEINADO