Coluna - luizfernando
Colunista
luizfernando
Cafeinado | 08 nov 2020 - 20:24

Trump, you’re fired

Milhões de pessoas ao redor do mundo perderam seus empregos em decorrência da crise financeira caudada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). Entre todas as demissões, nenhuma delas foi tão comentada (e festejada) como a do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Nas urnas, os eleitores demonstraram que Trump (Partido Republicano) não fez um bom trabalho, sendo substituído por Joe Biden (Partido Democrata) no comando do país pelos próximos quatro anos. Levando-se em conta os 237,4 mil norte-americanos mortos pela covid-19 – e o fato de Trump ter tratado a doença como uma “gripezinha” –, o presidente foi demitido por justa causa.

Um dos memes com Trump

Um dos memes com Trump

You’re fired

A expressão “You’re fired” (Você está demitido), tantas vezes usada por Trump no reality show “The Apprentice” (versão americana do programa “O Aprendiz”), viralizou nas redes sociais após a vitória de Biden. O povo não perdeu a chance de fazer piada com o atual presidente, usando a expressão inclusive no memes.

Placar

A apuração dos votos prossegue nos 50 Estados dos EUA, mas em 47 deles o pleito já está matematicamente definido. Até o momento, Biden somou 290 delegados, mas deve levar também os 16 da Geórgia; e Trump tem 214 delegados, devendo ficar também com os 15 da Carolina do Norte e os três do Alasca. Biden venceu as eleições por superar a marca de 270 delegados.

Bolsonaro

No Twitter, um silêncio abissal do presidente Jair Bolsonaro sobre as eleições nos EUA. Seria receio do que está por vir daqui dois anos? Comentem aí!

Uma das melhores charges sobre a derrota de Trump

Uma das melhores charges sobre a derrota de Trump

Sindijor

O Sindicato dos Jornalistas do Paraná publicou nota questionando a manutenção do colunista extremista Rodrigo Constantino em seus quadros, enquanto demite mais de dez jornalistas profissionais qualificados. A nota do Sindijor-PR repudia essa decisão, com razão.

Constantino

Não dá para relativizar o estupro, mas não vou perder tempo explicando os absurdos ditos por Constantino – que não é jornalista, registre-se. Para quem quiser entender o imbróglio, sugiro um vídeo do filósofo Henry Bugalho (veja aqui). Ótima leitura de Bugalho, como sempre.

Rachadinha

Reportagem da Folha de S.Paulo, publicada neste domingo (8), conta que o patrimônio do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), proveniente das rachadinhas (repasse ilícito de assessores para o parlamentar), somou quase R$ 1 milhão entre 2010 e 2014. O levantamento é do Ministério Público do Rio de Janeiro (leia aqui).

 

* CAFEINADO é uma coluna assinada pelo jornalista Luiz Fernando Cardoso. É publicada no blog Café com Jornalista e em sites parceiros, como o R11.

LEIA MAIS TEXTOS DA COLUNA CAFEINADO

Mais Notícias